PROVAVELMENTE você já se pegou dizendo/pensando a seguinte frase: “Meu! Justo hoje, só porque eu vim sem guarda-chuva, me cai esse toró meu!”. Vamos destrinchar esse raciocínio aí meu querido. Esse é o exemplo mais comum sobre como funciona o pensamento teleológico. Teleologia é a maneira de explicar as coisas através de seus fins últimos, por ex. a água foi feita para matar a minha sede, ou negativamente, a chuva só caiu agora porque é sexta-feira e eu estou saindo do trabalho para tomar um chopps (merecidíssimo!) com a galera da firma meu. É como constatar que os inúmeros anos de desenvolvimento do universo foram feitos para que a goiabeira existisse para que o Chico Bento possa roubar as goiabas do pomar do Nhô Lau (e talvez levar um tiro de sal no bumbum [o sal inclusive {fora funções auxiliares para levar a este fim} foi feito para servir de munição para o Nhô Lau]). Vários filósofos combateram a teleologia e suas reduções, consideradas injustas, utilitaristas, e anticientíficas.

A Goiaba e o Guarda-Chuva, os símbolos máximos da Teleologia.

A Goiaba e o Guarda-Chuva, os símbolos máximos da Teleologia.

Esse tipo de pensamento é um processo natural humano. É gostoso pensar que as coisas existem para nos servir, assim nos colocando no centro, e acima, da natureza. Esta posição nos dá o controle e o direito de usufruir tudo o que pode nos ser útil, ao mesmo tempo explicando tudo o que existe (a não ser, por exemplo, baratas). Enfim, é muito desconfortável pensar que foi o acaso, boiando à deriva num mar de c@os, que culminou nas coisas serem como são no atual estado do cosmos.

É muito mais agradável e morno pensar que tudo o que existe tem um propósito, a água pra beber, a comida pra comer, o ar pra respirar. Mas por incrível que pareça as coisas me parecem bem melhores se nascidas de uma tempestade caótica de acasos improváveis e absurdos. Às vezes ao dormir penso no grande c@os, e as coisas, como são, me soam mais mágicas do que uma mágica. Faz eu me sentir minúsculo, assustado e sem controle real de nada. Faz eu me sentir feliz.

Anúncios